domingo, 27 de dezembro de 2009

domingo, 20 de dezembro de 2009


SALMO 91 1 ¶ Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará. 2 Direi do SENHOR: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei. 3 Porque ele te livrará do laço do passarinheiro, e da peste perniciosa. 4 Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas te confiarás; a sua verdade será o teu escudo e broquel. 5 Não terás medo do terror de noite nem da seta que voa de dia, 6 Nem da peste que anda na escuridão, nem da mortandade que assola ao meio-dia. 7 Mil cairão ao teu lado, e dez mil à tua direita, mas não chegará a ti. 8 Somente com os teus olhos contemplarás, e verás a recompensa dos ímpios. 9 ¶ Porque tu, ó SENHOR, és o meu refúgio. No Altíssimo fizeste a tua habitação. 10 Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda. 11 Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos. 12 Eles te sustentarão nas suas mãos, para que não tropeces com o teu pé em pedra. 13 Pisarás o leão e a cobra; calcarás aos pés o filho do leão e a serpente. 14 Porquanto tão encarecidamente me amou, também eu o livrarei; pô-lo-ei em retiro alto, porque conheceu o meu nome. 15 Ele me invocará, e eu lhe responderei; estarei com ele na angústia; dela o retirarei, e o glorificarei. 16 Fartá-lo-ei com longura de dias, e lhe mostrarei a minha salvação. s

COLOQUE AQUI O QUE QUERES DIZER

Gifs - Flash - Fotos e Videos Para seu Orkut
Gifs, Flash e vídeos para seu Orkut = www.GifsRecados.com.br

                                                                  

Mensagens para Orkut
Mensagens Evangélicas

http://www.animesuasmensagens.net/mensagens-evangelicas.html


Mensagens para Orkut
Mensagens Evangélicas

O significado do altar
O altar é a posição espiritual onde nossas forças serão renovadas no Senhor
Ao longo da Bíblia, várias passagens contam que homens de Deus erigiram altares ao Senhor. Era uma maneira de adorar a Deus, estabelecer pactos com ele, celebrar alianças ou deixar marcos que lembrassem às gerações futuras os grandes feitos que o Senhor operara entre o seu povo. Ao observarmos a trajetória dos patriarcas hebreus Abraão, Isaque e Jacó, observamos que eles levantavam altares quase que continuamente, tendo cada um deles sua motivação espiritual.
Sob o ponto de vista espiritual, o altar representa lugar de sacrifícios. É ali que devemos tomar nossas decisões e fazer nossas escolhas. Há uma passagem no livro do Gênesis em que Deus disse a Jacó: “Levanta-te, sobe a Betel e habita ali; faze ali um altar ao Deus que te apareceu quando fugias da presença de Esaú, teu irmão”. O Senhor dá uma ordem clara para Jacó, ordenando-lhe que ele volte para Betel. Espiritualmente falando, Betel significa a “casa de Deus”.
No livro de Provérbios 22.28, encontramos uma advertência: “Não removas os marcos antigos que fizeram teus pais.” O altar é uma posição espiritual, onde ouviremos a voz de Deus e iremos sacrificar tudo aquilo que possa estar desagradando ao Senhor. Altares são marcos importantes. É através deles que zelamos por nossas próprias vidas, espiritualmente, emocionalmente e naturalmente.
As Escrituras mencionam vários tipos de altares. Há, por exemplo, o altar das decisões. Em Gênesis 12.7-8, está o seguinte relato: “Apareceu o Senhor a Abraão e lhe disse: Darei à tua descendência esta terra. Ali edificou Abraão um altar ao Senhor.” Abraão armou sua tenda entre Betel, ao ocidente, e Ai, ao oriente. Naquele momento, Abraão estava indeciso quanto ao rumo que deveria tomar. A decisão era séria, já que afetaria toda sua casa e, mais adiante, sua geração, aquela mesma que, segundo o Senhor, herdaria a terra. Ele tinha que decidir se iria para Betel – a casa de Deus – ou se haveria de seguir para Ai (lugar de destruição), uma simbologia das propostas enganadoras do mundo natural.
As nossas decisões precisam ser tomadas sobre o altar que edificamos ao Senhor, e no tempo em que devem ser tomadas. Hoje, muitos de nós estamos assim como Abraão se encontrava entre Betel e Ai – precisamos fazer a escolha certa. Não podemos errar. Quando nos encontramos nesta situação, o melhor caminho é levantar um altar ao Senhor e permanecermos nesta posição, invocando-o até que ele nos responda, dando-nos a direção correta. As propostas do mundo natural são aparentemente mais fáceis, assim como a cidade de Ai provavelmente parecia a Abraão. Mas Deus quer que tenhamos o coração firme no altar, para podermos escolher o caminho de Betel.
O altar pode ser também o lugar de ceder. Segundo Gênesis 13.14-18, “Abraão, mudando as suas tendas, foi habitar nos carvalhais de Manre, que estão junto a Hebrom, e levantou ali um altar ao Senhor.” Uma das maiores dificuldades da natureza humana é a capacidade de ceder. Isso se torna ainda mais difícil quando a pessoa está correta aos seus próprios olhos. Aquele episódio bíblico narra o que Abraão fez logo depois de separar-se de Ló. Fora uma escolha difícil – ele acabara de entregar o melhor para Ló, mesmo sabendo que este não merecia o que estava recebendo.
Deus sempre permite que passemos por situações em que a nossa capacidade de ceder poderá ser provada. Somente sobre o altar do ceder receberemos a capacidade para sacrificar o lado egoísta que há em nossa natureza adâmica. É nesse altar que podemos ouvir a voz de Deus e ser fortalecidos, para que, mesmo vendo injustiças, mesmo enxergando nas mãos do outro aquilo que Deus nos deu de direito, tenhamos o coração firme e em paz para esperar a ação do Senhor. No altar do ceder, Deus prova nossa capacidade de dizer sim à sua vontade, incondicionalmente. Quando aprendemos a bênção do ceder, Deus começa um novo dia em nossas vidas.
Mais adiante, as Escrituras mostram Isaque diante de uma situação extrema. “Na mesma noite, lhe apareceu o Senhor e disse: ‘Eu sou o Deus de Abraão teu pai. Não temas porque eu sou contigo; abençoar-te-ei e multiplicarei a tua descendência por amor de Abraão, meu servo’. Então, levantou ali um altar e, tendo invocado o nome do Senhor, armou sua tenda” (Gênesis 26.24-25). Aquele altar marcou o instante em que Deus confirmou a Isaque a promessa que fizera a seu pai Abraão. Era o altar das promessas. Através dele, Isaque sabia que a palavra do Senhor seria cumprida.
Hoje, muitas vezes Deus fala liberando uma promessa para nossas vidas, mas muitos de nós não temos a posição de Isaque – não levantamos o altar onde iremos lembrar Deus do que ele nos prometeu, como diz em Isaías 62.6: “Sobre os teus muros, ó Jerusalém, pus guardas, que todo o dia e toda a noite jamais se calarão; vós os que fareis lembrado o Senhor, não descanseis.” Deus tem prazer em ouvir as reivindicações dos seus filhos, e quando o fazemos dentro de suas promessas, isso alegra o seu coração.
O altar é a posição espiritual onde nossas forças serão renovadas no Senhor. Deus quer que sejamos homens que constróem altares, pois somente por meio deles é que iremos alcançar o melhor que ele tem reservado para nós. O altar é fundamental para que possamos ver o cumprimento da palavra do Senhor em nossas vidas e em nossas famílias.

César Augusto Machado de Souza
escritor e jornalista, é apóstolo e presidente do Ministério Fonte da Vida, em Goiânia (GO)
(retirado di siste - http://www.eclesia.com.br/revistadet1.asp?cod_artigos=212

domingo, 13 de dezembro de 2009



Estudos
Profetas Maiores - Isaías
Elaborado por Lincoln A. A. Oliveira
Nesta Seção,  estão disponibilizados um conjunto de estudos sobre o livro de Isaías, um dos Profetas chamados Maiores.
Estes estudos estão de acordo com o programa adotado pela JUERP para jovens e adultos, para o 4o trimestre 2005 (Escola Bíblica Dominical). Nesta página estão disponibilizados os mesmos estudos que foram irradiados no Programa "Música e Meditação". Este programa vai ao ar todos os domingos, às 7:30h pela Rádio Metropolitana do Rio de Janeiro (1090 KHz).
Os estudos estão em padrão PDF o que permite que cada estudo seja lido por qualquer sistema que tenha instalado o Acrobat Reader, software gratuito que pode ser obtido clicando no ícone a seguir.. Há também arquivos de áudio para vários dos estudos. Para ouví-los, será necessário ter instalado o Real Player (gratuito). Para obter a Versão 8 Basic gratuitamente, clique clique aqui ou

A coleção completa dos 13 estudos pode ser obtida em um único arquivo zip clicando aqui.

Estudo 1 - Isaías e sua vocação profética (Isaías 1 a 6)

Estudo 2 - Plenitude de vida no reino do Messias (Isaías 7 a 12)

Estudo 3 - A soberania do reino de Deus (Isaías 13 a 18)

Estudo 4 - Desobediência humana e juízo divino (Isaías 19 a 24)

Estudo 5 - Deus é louvado por sua justiça e misericórdia (Isaías 25 a 30)

Estudo 6 - Visão do estabelecimento do Reino do Messias (Isaías 31 a 36)

Estudo 7 - Sofrimento humano e misericórdia divina (Isaías 37 a 42)

Estudo 8 - Proteção e bênçãos de Deus a seu povo (Isaías 43 a 48)

Estudo 9 - O sofrimento de Messias e a salvação que opera (Isaías 49 a 54)

Estudo 10 - Um convite irresistível (Isaías 55 a 60)

Estudo 11 - Natureza e amplitude da salvação (Isaías 61 a 66)

Estudo 12 - Isaías, e Evangelho do Antigo Testamento

Estudo 13 - Isaías, destaques e aplicações

sábado, 12 de dezembro de 2009


Se você já tentou todas as alternativas, não te desespere. DEUS proverá uma solução. Ele é um DEUS fiel e te guardará de todo mal. Momentos ruins não são eternos! São como tempestades, só duram por algum momento! Olhe para trás e veja quantas coisas piores você já passou e superou! Algumas vezes as tribulações acontecem em nossa vida para nos amadurecer. Portanto anime-se. Quando estiveres triste, olhe para o céu e vede quão grande o é! Se DEUS foi capaz de criar o céu, imagine resolver os seus problemas… que são tão pequenos perto de tão grandiosa obra que é o céu… Seus problemas não são maiores do que DEUS. Faça como os triatletas das Olimpíadas, mesmo não conseguindo chegar em primeiro, lutam para chegar até o fim! Portanto não desista dos seus ideais. Lute até o fim, não desista no meio do caminho, diga eu vou vencer! Se estiveres tristes, chore! Alivia a alma! Jamais deixe que a tristeza tome conta de você! JESUS fala: “alegra-te! Tem bom ânimo que eu sou contigo!” Busque a DEUS de todo o seu coração! Lembre-se que buscar a DEUS tem que ser uma busca constante, diária. DEUS tem a solução para todos os seus problemas! Para DEUS nada é impossível ! Tenha uma vida de comunhão com DEUS! Tenha amigos, nunca em quantidade, mas em qualidade! Busque amigos que te acrescente pessoal e espiritualmente! Se eles nada te acrescentarem… afaste-se! As más companhias corrompem os bons costumes! Tenha sonhos! É nos sonhos que DEUS age e revela o seu infinito poder. Nunca deixe de sonhar! Tenha objetivos! Reme contra maré! No decorrer da sua vida, você encontrará pessoas que irão te jogar “água fria”! Irão falar que você é incapaz … que é impossível! Dirão que aquilo que você tanto almeja não é para você. Não desista! O DEUS que servimos é o Senhor do universo. Tenha a certeza que dias melhores virão e tudo tem um propósito na nossa vida! Nada é por acaso. Entrega o teu caminho ao senhor, confia nele e o mais ele fará .

sábado, 28 de novembro de 2009

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

A Construção da Cidadania

Texto reflexivo para ser lido com papai, mamãe e outros interessados em educação.

Por Içami Tiba


A Cidadania deve começar em casa já com os primeiros passos da criança


O planeta Terra está passando por um período muito delicado. Ele está precisando muito do espírito cidadão para ser cuidado e preservado.

Diz-se que a Terra precisa de seus habitantes, mas são os seus habitantes que precisam dela, pois ela existe com ou sem eles. Basta que a temperatura básica global suba 5ºC para que muitas cidades em beiras de água (lagos, represas rios, mares e oceanos) tenham perdas incalculáveis, levando-se em conta que são onde vive a maioria da população. Países como Holanda, cidades como Nova York, ilhas paradisíacas formadas por corais e blocos de gelo das calotas polares sofrerão incalculáveis perdas gerando talvez bilhões de migrantes do aquecimento global.

Algumas pessoas pedem a diminuição da maioridade penal para combater a violência juvenil, acreditando que a impunidade é a sua maior causa, enquanto outras pedem que se libere a maconha, já que se torna impossível o seu controle. Para terceiros, a cerveja passou a ser refrigerante. Cada vez mais ministros, governantes e outros políticos estão envolvidos em grandes crimes contra o País.

Onde está a cidadania?

A família atual tem que incluir a cidadania na educação dos seus filhos. É a cidadania familiar praticada desde a infância. Os filhos, se tratados como príncipes quando crianças, tornam-se tiranos quando maiores. Mesmo sem competência querem fazer do “seu jeito” e acabam com qualquer herança em pouco tempo. O pior é que esperam que o mundo funcione como os seus pais, que lhe davam tudo e nada lhes cobravam. São as pessoas que exigem seus direitos, mas não cumprem os seus deveres.

Uma criança tem que aprender que sua brincadeira acaba quando ela guarda os brinquedos de volta no lugar que antes estavam. Ela tem de aprender a cuidar dos seus brinquedos, do seu quarto, da sua casa. É dessa maneira que ela, no futuro, vai querer cuidar também da Terra em que vive. Quando os adultos guardam os brinquedos que ela deixou espalhados, acabam desenvolvendo nela que isso não é sua obrigação. Fica essa falha na sua formação. Ela não se interessa em deixar o mundo melhor do que quando o encontrou. O amor é muito importante, mas só ele é insuficiente para formar um cidadão. É preciso que seja complementado pela educação. Portanto, quem ama tem que também educar.

Nenhum filho pode ofender, gritar, maltratar sua própria mãe. Se a mãe aceita, não tem por que a criança respeitar outras pessoas em casa, e muito menos fora de casa. Juntando a irresponsabilidade material com a falta de respeito ao próximo, acabamos destruindo o mundo.

Portanto, na cidadania familiar a criança tem que começar a praticar em casa o que o cidadão vai ter que fazer no social, e ela não pode fazer em casa o que não poderá fazer na sociedade.

Para um adulto, torna-se simples aceitar regras sociais, enfrentar filas, não jogar lixo no chão e não fazer desperdícios se ele aprender tudo isso já dentro de casa.

A ignorância pode fazer com que uma pessoa varra sua casa jogando o lixo na rua, que beba água contaminada, mais ela pode aprender a ser cidadã. O pior é fazer o que sabe que é errado, mas fazer porque “ninguém está olhando”, e vai ficar impune.

Mas as conseqüências não tardam a chegar. O aquecimento global, a violência social, a corrupção e a “lei do espertinho” são resultados da ignorância e da falta de cidadania de algumas pessoas, mas são todos os habitantes da Terra que acabam sendo prejudicados.

Portanto paizinho e mãezinha formem seus filhos verdadeiros cidadãos.


Educar é um ato de amor!

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

A loja da Educação




Caminhando pela rua vi uma loja que se chamava a loja da educação.
Entrei na loja e vi um professor no balcão.
Maravilhado lhe perguntei.
- Mestre professor o que vendes?
Ele me respondeu
Tudo que necessita para ter uma educação
Custa muito caro?
Não tudo é de graça?
Contemplei a loja e vi jarros de respeito, pacotes de esperança e dedicação, caixinhas de amor, sabedoria, flexibilidade de compromisso.
Tomei coragem e pedi:
Por favor, pedir muito amor, respeito, bastante, sabedoria, esperança emfim.
Educação para mim, para minha família e toda a comunidade.
Então o professor preparou um pequeno embrulho que cabia na minha mão.
Sem entender perguntei-lhe
Como é possível colocar tantas coisas nesse pequeno embrulho?
O professor respondeu-me sorrindo meu querido, aqui na loja da educação não oferecemos frutos apenas sementes.

Réquiem Por Uma Jovem Amiga

Sucupira branca (Pterodon emarginatus)
Réquiem Por Uma Jovem Amiga
Rômulo Pinto Andrade – Brasília, DF
"o brasileiro é antes de tudo um forte fazedor de deserto"
Bernardo Élis
Tantas vezes ao passar
pude sentir a graça
de tua insinuante beleza
coberta de flores rosadas.
Quando nas ásperas tardes
de um prolongado estio
eras sombra acolhedora
para alivio dos viventes
E lágrimas misteriosas
choravas serenamente
no silêncio deste vale,
tuas sementes curativas
espalhavas generosa
pelo vento.
Hoje lanço meu lamento
por estares assim inerte
à beira de uma estrada
desolada e poeirenta
do assentamento urbano.
O golpe do machado
do homem sem raiz
estúpido
inconseqüente
atingiu o fluxo
o cerne de teu tronco
e a alegria, a vida plena
que semeavas estancou-se,
minha linda sucupira.
Quando é que nossa gente
que depende tanto das árvores
terá olhos pra esta nobreza
e defenderá a vida e o encanto
que esses seres milenares propagam?